Skip to content

Them Crooked Vultures

03/12/2009

Banda nova no pedaço, Them Crooked Vultures, que já saiu com status de superband devido a seus respeitados integrantes, lançou um disco homônimo no começo de Novembro. Ainda não tinha comentado nada por aqui, mas andei ouvindo pra ter uma primeira impressão da coisa toda.

Bem, esse projeto (hoje todo mundo chama banda de projeto, pra não ficarmos apegados hahahha) é dos músicos John Paul Jones (Led Zeppelin), Dave Grohl (Foo Fighters/Nirvana) e Josh Homme (Queens of the Stone Age). Sim, só tem gente foda nessa banda, mas nem sempre isso é sinônimo de coisa boa.

Bem, o primeiro (e talvez único) disco da banda é… é… hum…interessante. Ok, é bom. Não sei se é gostoso de ouvir. É bem feito, bem produzido e bem criado… mas cansa.

As músicas são uma mistura de Led com Cream e modernidade de timbres. Sim, isso resulta em coisas que lembram o Queens of the Stone Age (QOTSA), mas que parecem ser menos pesadas e mais trabalhadas.

Não vou falar de nenhuma música em especial, pois nenhuma me chamou a atenção a ponto disso. Não acho que tenha nada no disco que você ouça e diga “WOOOOOOOOOOW, olha isso!”. Não acho que isso seja necessariamente ruim, mas acho que o coloca no hall de “mais um disco de rock de uma superbanda, que poderia ter sido… e não foi”. Não acho que falharam, mas que a coisa toda ficou aquém das expectativas (pelo menos das minhas).

Bem, musicalmente falando: é um disco muito baseado em guitarras, com riffs que lembram muito o Zep, muito mesmo em alguns momentos, e com melodias que estão mais pro Cream (em algumas músicas, Scumbag Blues – a melhor do disco – especialmente) e pro QOTSA em outras. Os ritmos são bem legais, mas nada surpreendente. Acho que isso talvez aconteça devido mais ao baixo do que à bateria em sí. Tenho a impressão de quem levou a bateria foi Paul Jones, e não o contrário.

O disco é infestado de backing vocals, às vezes acho que até demais. Eles são uma parte importante nas melodias das músicas, talvez pelo fato de a banda ser um power trio, isso seja mais importante. Isso é bom? Sei lá, pra mim é demais, mas… acho que é mais questão de gosto.

Bem, é isso. É um bom disco, mas não acho que daqui alguns anos será lembrado. Não é pra ser ouvido o tempo todo, e de forma inteiriça. Mas acho que vale a pena conhecer.

Recomendo algumas ouvidas, pois ele vai ficando melhor com o tempo.

Abraços!

♣ Ouvindo: Scumbag Blues – Them Crooked Vultures – Them Crooked Vultures

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: