Skip to content

Protetor auricular pra que?! Enfia algodão no ouvido…

13/08/2010

Opa! Tudo bom com vocês?!

Bem, comigo, nem tanto… a precariedade do setor brasileiro de áudio profissional me assusta mais a cada dia. Descobri, hoje, que, além dos preços serem abusivos de forma revoltante, se você quer comprar um protetor auricular (auditivo, coisa simples) especializado para músicos e engenheiros de áudio, tem que comprar lá fora. Sério mesmo!? É isso mesmo!? Ninguém se preocupa com a saúde do seu principal instrumento de trabalho?! Não, ridículo!

Ok, tem muita gente que deve estar perguntando: pô, mas na farmácia tem aqueles da 3M, laranjas,… protegem pacas!

Sim, é verdade, em parte. Porém, para uso profissional, ele é completamente desaconselhável. Explico: esse tipo de protetor tem dois problemas sérios: primeiro, ele corta basicamente todas as freqüências altas e médias, deixando basicamente só os graves que são transmitidos através de outras formas (vibrações do seu corpo, etc etc etc). Segundo, eles são totalmente fechados, sem respiro para o canal auditivo… e isso não é nada bom pra sua saúde.

Para uso profissional, seja para o músico que está tocando, seja para o engenheiro de som que está cuidando do show, é extremamente importante que o protetor auricular tenha uma atenuação quase flat de freqüências, isto é, cortando basicamente por igual graves, médios e agudos. Para o engenheiro de som, isso é crucial: não há como julgar se o som de um show está balanceado e agradável se não é possível ouvir a gama quase total de freqüências.

E pra que o uso do protetor? Qualquer som acima de 85 dB-SPL por um período prolongado pode levar à perda parcial de audição (em um show pequeno/médio pode chegar à 100 dB-SPL). Preciso proteger meu instrumento de trabalho, certo?

Bom, hoje à noite serei em parte responsável pelo som do primeiro show da OYF (banda da qual comentei aqui em post anterior), e preciso de um protetor decente. Achei que, como nos US, isso fosse fácil de achar em casas especializadas em som profissional… lá o preço é razoável: os mais comuns variam entre 10 e 50 dólares, dependendo da capacidade de atenuação (em dB) e do quão flat ela é. Chega a ser possível encontrar algumas marcas até em farmácias maiores em NY. Imaginei que seria algo tranqüilo, em locais especializados.

Liguei em diversas lojas de áudio profissional (ou ao menos se dizem assim), desde as mais chiques (como a Playtech e Made in Brazil), até mais comuns na Santa Ifigênia. O resultado foi o mesmo: “Hein?!?! Protetor auricular?? Não, nunca vendemos… e aqui no Brasil você não vai encontrar não!”. O vendedor da Playtech chegou a afirmar que não encontra-se isso aqui pois quem quer, compra lá fora.

Cheguei a ouvir um absurdo do gênero: “Ah, não… isso você encontra em loja de material pra construção e máquinas pesadas”. Como um vendedor que se diz profissional em áudio pode afirmar algo assim?! Será que ele não entende a função e especificações necessárias para o protetor ser feito para áudio profissional??? É quase como afirmar: “pô, Doutor… não temos bisturi… mas vai lá na loja da Tramontina, tem umas facas que cortam bem pra caramba!”.

Bem, fato é: quer comprar algo bom na área? Quer ter variedade? Esqueça o Brasil. Nosso mercado consumidor é ridículo, a oferta de produtos é risível e o preço cobrado pelo lixo que se vende aqui é impagável. As poucas pessoas que realmente se interessam e os poucos bons profissionais na área tem que se virar pra arrumar coisas tão simples como um protetor auricular decente. Fico imaginando o resto…

Abraços!

(Edit: um post sobre protetores auriculares, tipos e diferenças, aqui)

About these ads
One Comment leave one →
  1. João Luis permalink
    28/08/2010 02:42

    Você está coberto de razão Maurício, aqui nessa porra de país não se encontra quase nada do que mais precisamos. Cara, um dia eu procurei um protetor desses da 3M que você citou e tive que andar quase em todas as farmácias de Curitiba para encontrar um, e quando encontrei, tive que jogar fora, pois não presta para nada, só incomoda o canal auditivo, e isto que não sou músico, é só para me proteger na rua do lixo sonora que jogam em nossas cabeças…Um abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: